RAF lança-se numa carreira a solo

Após vários meses como baterista do Blasfémias, decidi que estava na hora de me lançar numa carreira a solo, ou eventualmente mudar de banda.

Guardo já com saudade as várias tournées que fizemos por este país fora, as sessões de leitura de Hayek - sem c -, as ovações e os insultos do público. Mas, como dizia o outro, o que tem de ser tem muita força.



Um grande abraço a todos os blasfemos e aos que regular e irregularmente nos visitam, do vosso sempre amigo

Rodrigo Adão da Fonseca - RAF

Etiquetas: